Esporte

40 jogos e ninguém é melhor que a Espanha


Os jogos estão passando, estamos agora na fase de exibição. As equipes passam por diversas fases e dificuldades e ninguém oferece uma cara melhor do que a Espanha. Tivemos que atravessar o deserto depois de jogos de vinho e rosas. Um mau alívio de Le Normand colocou a equipe em uma situação sombria: voltar contra a desconfortável Geórgia. E a Espanha respondeu. Qualquer time teria perdido

ou paciência diante de um rival que parecia uma mosca-bomba, com um

Mamardashvili em transe e alguns espertos acima

. A Espanha sabia quebrar pedras. Ajuda ter alguns caras soltos à margem.

Lamin e, principalmente ontem, Nico Williams mostraram que a etapa não os superou

. Nico jogou com uma frescura que o levou a marcar um golaço. A quadrilha admite entre seus sócios outros safados como Cucurella.

E se as crianças precisarem de uma pausa, os pais Rodri ou Fabin

.

SEXTA-FEIRA É 'O JOGO'

Em cinco dias jogaremos THE MATCH.

Não há maior desafio numa fase final do que jogar contra a equipa da casa

. O confronto contra a Alemanha pode ser o final.

Nada sugere que a seleção vai enrugar

ou renunciar a todas as coisas boas que fez até agora. Ontem passei em um teste de maturidade e todos estiveram à altura.

É inevitável negar o rótulo: agora sim, somos favoritos

.

Este conteúdo é exclusivo para usuários cadastrados





Source link

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo