Esporte

A Mercedes realmente prefere Antonelli?


Se já vinha fermentando há muito tempo nas corridas, onde se compartilhavam vitórias e ultrapassagens, foi visto no sábado com um passe de Lando e uma revisão de Max no Sprint… e hoje o vulcão foi liberado entre dois grandes amigos fora das corridas, e quem sabe se a partir de hoje serão dois inimigos irreconciliáveis.

Claro, Max mais uma vez deixou evidente que para vencê-lo não basta ser melhor naquele dia e ter o melhor carro, ele é capaz de ir até o fim, você tem que repassar, quase literalmente… e sem literalmente. Diga a Hamilton.

Tanto no sábado, segurando Hamilton por 20 voltas na corrida sprint, quanto hoje, quando ele mais uma vez o deixou para trás, apesar de ultrapassá-lo por fora na largada e lhe devolver a posição em piores condições (dentro da faixa do DRS). Carlos Sainz lembrou à Mercedes que tipo de piloto está atualmente sem contrato e quem deveria assinar no lugar do 13º na F2, Antonelli, que ainda parece verde até para a categoria prata, mas eles saberão. Um grande pódio, mais um no ano da despedida.

Os comissários não demoraram um minuto para punir Fernando com 10 segundos (10 segundos uma fera, né?) por causar uma colisão com Zhou, algo inusitado, que atingiu o asturiano com um golpe. Não foi a corrida dele desde que o fim de semana começou, não foi o sprint, não foi a classificação, não foi o motor também, cara. Vamos virar a página porque até o HAAS pontuou, o Alpino também…

Duas sanções para Hamilton, uma virtual que ele mesmo antecipou com Sainz, mais 5 segundos para pisar na linha branca na entrada do pit, não é muito comum o Sr. “Sem mais ações”, pois parece que ele vai herdar, aparentemente, Max Verstappen, que teve tantos problemas hoje em uma 'liberação insegura' 'no limite, e depois mudando de direção mesmo durante a frenagem.

Lewis, de qualquer forma, perdeu novamente o duelo com Russell. Não sabemos se continuará a escorregar porque boicotaram o seu carro, como aconteceu durante o evento em Espanha, mas está longe do seu compatriota, que hoje também conquistou a vitória com ele fora do pódio.

Ocon Ele conheceu seus dois grandes inimigos do metaverso, Alonso e Gasly, ao mesmo tempo, e ele deu a ambos aqueles 2 miligramas de ‘oconina’ que lhe custou sua posição na F1: travagem que quase o fez engolir o 14 e que provocou um “uau” no rádio do espanhol, e na mesma manobra foi tirado da pista o odiado compatriota, que voltou a rugir no rádio contra o 31, que continua no seu caminho , é a vida.

Depois tocou roda a roda novamente com o 10, cruzou no meio da reta e só cedeu quando Pierre teve que ultrapassá-lo pelo lado de fora. Tremenda perda de tempo para a equipe, que esteve perto de um nocaute duplo com dois carros nos pontos. Ele não aprende.





Source link

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo