Esporte

ACB Liga Endesa: Como se a bola tivesse sido furada


Sergio Rodríguez sai agradecendo. E não, temos que agradecer ao. Porque com a sua genialidade e a sua frescura fisgaram uma geração de jovens no basquetebol. E fizeram nós que já estávamos envolvidos nisso babar vendo ele jogar.

Chacho foi a coisa mais próxima de um mágico que o basquete espanhol já viu. Sabíamos que, com ele na pista, algo iria acontecer e poderia ser incrível. Duvido que alguém tenha se arrependido de ter comprado um ingresso para um de seus jogos, porque Era como ir a um parque de diversões. Foi ele quem ligou as máquinas..

Uma das coisas mais reconfortantes que você pode fazer na vida é criar felicidade. Nisso, Chacho foi MVP. Ele fez isso de várias maneiras: um caos para lançar um contra-ataque, como quando se deu a conhecer no Eurobasket júnior de 2004; um beco sem saída, como os muitos que ele lançou contra Rudy Fernández em Portland e na seleção nacional ou contra Vincent Poirier nos últimos anos; um triplo após passar a bola por baixo das pernas, sua especialidade nos últimos anos; um passe sem olhar, como durante toda a carreira…

Ele fez tudo isso e muito mais com um sorriso no rosto, porque assim que pisou na quadra ele era o cara mais feliz do mundo. Não importava a passagem do tempo ou onde jogasse: Magarios, NBA, Wizink, Moscou ou Milan… Ele era mais uma vez aquele garoto que incomodava os vizinhos quicando a bola. Para ele, o basquete sempre foi um jogo. E brincar significa se divertir.

Um jogador irrepetível o abandona. O favorito de muitos e amado por todos. Pelo que fez em quadra e pelo tratamento que sempre deu fora, alguém normal apesar de sua genialidade. Companheiros e rivais se entregam a uma carreira maravilhosa que só teve sucesso completo na NBA. Eles perderam isso. Assim podemos aproveitar mais tempo aqui sem ter que ficar acordados até tarde.

Além da sensação de velhice daqueles que viveram toda a sua carreira, Sua retirada causa em muitos um vazio semelhante a quando, quando crianças, levamos a bola furada.. De agora em diante o basquete não será mais tão divertido.





Source link

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo