Esporte

ACB Liga Endesa: Um possível positivo para a maconha impediu a contratação de Osetkowski pelo Bara


Eeu 'O caso de Osetkowski começa a ganhar luz. Até agora, pouco ou nada se sabia sobre a desaceleração na contratação do californiano pelo Barcelona. No entanto, nas últimas horas, diversas informações provenientes da Sérvia eles apontam para um alegado positivo para maconha como principal motivo da não contratação momentânea do jogador do Unicaja para o time cul.

De acordo com o portal sérvio Telesport.rs, o atacante e compositor americano testou positivo para maconha nas últimas datas da competição da Liga Endesa. O jogador será esperando por uma sanção dura e esse seria o principal problema na sua transferência para a seleção catalã.

Devemos lembrar que ambos tanto do Barcelona como do Mlaga, a contratação foi tida como certa semanas atrás. O time do Barcelona ia pagar 800 mil euros pela transferência do jogadorque inclusive já havia se despedido de alguns de seus melhores amigos na cidade de Málaga.

No Carpena permanece em silêncio e o clube não oficializou nenhuma informação a esse respeito.. O diretor esportivo do Unicaja falou durante a apresentação de Tyson Pérez sobre o tema. “A certeza é a seguinte, ele tem contrato com o Unicaja e aí as coisas podem acontecer. Dylan tem mais um ano de contrato conosco. Não vou dizer mais nada sobre Dylan. A certeza, repito, tem contrato de mais um ano com o Unicaja”, explicou.

De Barcelona também não se falam. Na verdade, as últimas declarações de Juan Carlos Navarro foram nesse sentido. É verdade que 'La Bomba' garantiu que Osetkowski é um jogador que “nós olhamos”. Mas nega que Bará tenha entrado em contato com a Unicaja para o pagamento da cláusula do jogador californiano. “Estamos no mercado e buscamos informações de todos os players. Estamos em busca de uma peça e sempre estudando o mercado. “Osetkowski tem um contrato atual com o Unicaja e não fizemos nada.” Obviamente, a possibilidade de uma sanção prolongada poderia ter mudado completamente os planos de transferência de Bara.





Source link

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo