Esporte

Bara: O desaparecimento de João Flix no Bara: competição e atitude


eupara continuidade não de João Félix no Barcelona Não está fechado porque Hansi Flick e Deco Deverão analisar cuidadosamente a composição final do elenco para 24-25 e porque para que este continue, por empréstimo, por mais uma temporada, o clube catalão deverá chegar a um acordo com o Atlético de Madri. Mas A intenção inicial é que ele continue jogando pelo Barcelona.como MARCA relatou e confirmou John Laporta esta semana. O presidente acusou Xavi por não contar mais com os portugueses, mas se o terraço Não lhe foi dado o destaque que o dirigente exige na reta final, foi por dois motivos principais: pela grande concorrência que teve na ala esquerda e por uma questão de atitude.

“Quando Estalido estava no Baviera estava interessado em assinar João Félix. “Estou feliz com a temporada que ele fez e acho que ele deveria ter tido mais destaque”, disse ele. John Laporta. O internacional português iniciou o seu empréstimo no Barcelona ter aquela presença marcante que o presidente exige, mas na reta final do curso praticamente desapareceu da equipe: nos últimos sete compromissos do LaLiga total de 133 minutos. Seu saldo em toda a campanha é de 44 jogos (2.143 minutos), 10 gols e 6 assistências, entre todos os torneios.

La desaparicin de João Félix Na parte final da campanha deveu-se fundamentalmente a dois motivos: a dura concorrência na equipa devido ao bom desempenho que os seus companheiros demonstraram naquela zona do campo e a atitude, desportiva e carácter, também demonstrada por todos. : o sacrifício defensivo, a ambição, a solidariedade e a vontade de somar num período decisivo do curso.

Os principais rivais na ala esquerda, onde disputou quase todos os jogos (33) e onde marcou 9 gols e deu 4 assistências, foram: Raphinha e Ferran Torres.

Raphinha

O internacional brasileiro passou da ala direita para a esquerda quando Lamine Yamal Ele se estabeleceu em onze. O ex-jogador do Leeds Ele também mostrou bom desempenho na ala esquerda. Nos últimos sete jogos que disputou no torneio regular nacional, seis foram nessa parte do campo. E nessa explosão final marcou dois gols e deu duas assistências.

Ferran Torres

O internacional valenciano não conseguiu se firmar na seleção catalã, mas foi um dos divisores de águas Xavi, e teve presença especial na ala esquerda, onde disputou 19 dos 42 jogos de 23 a 24 e onde marcou cinco gols e deu duas assistências. No total, ele balançou a rede onze vezes e deu quatro passes finais.

Hansi filme

A demissão de Xavi e a chegada do treinador alemão favorece a João Félixjá que o ex-técnico alemão está comprometido com a continuidade que é referendada Joan Laporta e Deco. De qualquer forma, a competição na ala esquerda voltará a ser muito acirrada no 24-25, pois, além disso, a intenção da entidade é fechar alguma incorporação para a banda.





Source link

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo