Notícias

Não é necessário ingresso! Como curtir Glasto em sua poltrona: Com o início do festival de música mais famoso do mundo, ADRIAN THRILLS analisa as horas de cobertura da BBC TV


SEXTA-FEIRA

ANA MARIA

A maratona de TV deste ano começa com a transmissão do The One Show ao vivo de Worthy Farm (BBC1, 19h). Mas os fãs sintonizam a partir do meio-dia BBC O iPlayer pode capturar os atos anteriores. Não perca a máquina de sucessos de Essex, Anne-Marie, cujo pop divertido deve ser o abrir de cortina perfeito (BBC iPlayer, 18h45).

PAULO HEATON

Subindo ao Pyramid Stage pela primeira vez como artista solo, o autointitulado “último rei do pop” extrai de um rico catálogo. Seu repertório apresenta sucessos do Housemartins, como Happy Hour, além dos clássicos do Beautiful South Rotterdam e A Little Time (BBC4, 19h30).

DEXYS

Tendo retirado 'Midnight Runners' do nome de sua banda, Kevin Rowland trará uma mistura de pop celta e Northern Soul para o The Park Stage. O álbum do ano passado, The Feminine Divine, continha retrocessos ao apogeu do grupo, e os fãs também serão presenteados com os sucessos dos anos 1980, Geno e Come On Eileen (BBC4, 21h).

DUA LIPA

Como atração principal pela primeira vez em sua terceira visita, a imparável cantora britânica e albanesa apresentará delícias disco. Lipa se tornou uma sensação global sem compartilhar demais sua vida pessoal, mas ela tem sucessos de três minutos suficientes – Novas regras e Não comece agora entre eles – para fornecer um final adequado para a ação de sexta-feira (BBC1, 22h30).

Não é necessário ingresso!  Como curtir Glasto em sua poltrona: Com o início do festival de música mais famoso do mundo, ADRIAN THRILLS analisa as horas de cobertura da BBC TV

Dua Lipa se tornou uma sensação global sem compartilhar demais sua vida pessoal

OUTROS DESTAQUES DE SEXTA-FEIRA

Liderado por James Murphy, o LCD Soundsystem levará o underground dance de Nova York para Worthy Farm enquanto eles entretêm os fãs antes do set de Dua Lipa (BBC iPlayer, 19h45), enquanto a girl band Sugababes sobe ao West Holts Stage (BBC4, 19h30). No mesmo palco, o trio de soul londrino vencedor do BRIT Jungle vale uma olhada (BBC4, 23h30).

SÁBADO

O ÚLTIMO JANTAR

A maior banda britânica deste ano deverá atrair um grande público no seu regresso a Glasto. Seus espartilhos e tops de renda fofos não foram projetados para serem complementados com galochas enlameadas, mas os roqueiros artísticos de Londres são um show ao vivo formidável. Espere músicas de Sinner e My Lady Of Mercy (BBC4, 19h).

O maior ato britânico de revelação deste ano, The Last Dinner Party, deve atrair uma grande multidão em seu retorno a Glasto

O maior sucesso britânico deste ano, The Last Dinner Party, deve atrair uma grande multidão em seu retorno a Glasto

KEANE

Duas décadas depois de sua estreia recém-relançada, Hopes And Fears, Keane retorna ao festival com algumas músicas atemporais. Os primeiros sucessos Somewhere Only We Know e Everybody's Changing serão complementados por preciosidades posteriores como Perfect Symmetry, todas construídas em torno dos vocais de Tom Chaplin e das melodias de Tim Rice-Oxley (BBC4, 20h).

PEQUENO SIMZ

Tendo tocado no West Holts Stage (duas vezes) e no The Park, a rapper e compositora Little Simz é uma estrela de Somerset. Este ano, a musicista vencedora do BRIT estará no Pyramid Stage pela primeira vez, a segunda na conta, atrás do Coldplay. Suas letras pensativas e estilos musicais cheios de alma serão um destaque no início da noite (BBC2, 21h).

JOGO FRIO

Liderando o festival pela quinta vez recorde, o Coldplay foi apelidado de “banda da casa” de Glastonbury, mas a familiaridade não deve gerar desprezo. Seu soft rock polariza opiniões, mas não há dúvidas sobre o entusiasmo de olhos arregalados de Chris Martin — ou a habilidade de sua banda de galvanizar uma multidão enorme com sucessos como Yellow e Viva La Vida (BBC1, 22h).

Liderando o festival pela quinta vez, o recorde, o Coldplay foi apelidado de

Liderando o festival pela quinta vez, o recorde, o Coldplay foi apelidado de “banda da casa” de Glastonbury

JESSIE ARTIGOS

Trazendo a discoteca da cozinha para o palco, Jessie Ware promete uma noite de sábado de encher o chão. A cantora londrina – e célebre apresentadora de podcast – deixou de lado suas origens musicais suaves para abraçar a música dance alegre e o pop-funk sofisticado (BBC4, 22h15).

OUTROS DESTAQUES DE SÁBADO

Glastonbury é famoso por suas aparições surpresa, e os antigos headliners do Pyramid Stage, Kasabian, estão sendo amplamente cotados como o ato misterioso no slot 'TBA' no Woodsies Stage (iPlayer, 18h). Os roqueiros de Leicester estão se preparando para o lançamento do oitavo álbum, Happenings, na próxima semana. Em outro lugar, o pop latino de Camila Cabello reflete suas raízes cubanas, e Cyndi Lauper tem hinos do Glasto em produção em Girls Just Want To Have Fun e Time After Time (ambos BBC2, 17h).

DOMINGO

SHANIA TWAIN

A rainha do country pop segue seu ídolo Dolly Parton, que apareceu há dez anos, como a mais recente “lenda” a agraciar o célebre horário do chá de domingo. A batalha contra a doença de Lyme deixou sua voz mais rouca do que em seu apogeu, mas a canadense promete trazer sucessos, seu icônico macacão com estampa de leopardo e – possivelmente – um cavalo para o palco com ela. Valerá a pena ouvi-la gritar: 'Vamos, Glastonbury!' durante seu hit Man! Eu me sinto como uma mulher (BBC1, 18h15).

Shania Twain (foto) segue seu ídolo Dolly Parton como a mais nova lenda a agraciar o famoso horário do chá de domingo

Shania Twain (foto) segue seu ídolo Dolly Parton como a última lenda a agraciar o célebre horário do chá de domingo

FÉ PALOMA

Espere baladas de tristeza em profusão, incluindo faixas do álbum recente The Glorification Of Sadness, quando Faith aparecer. Tendo estourado com o retro-jazz no estilo Amy Winehouse, a cantora londrina desde então fez da melodramática canção de tocha seu cartão de visita (BBC4, 19h).

O NACIONAL

Com sua turnê Eras em Dublin, é improvável que vejamos Taylor Swift em Worthy Farm neste fim de semana. Mas um membro de seu círculo íntimo estará lá, já que seu co-escritor regular Aaron Dessner é a manchete do The Other Stage como parte do grupo de Cincinnati The National. Uma vez vistos como a resposta americana ao Radiohead, eles desenvolveram um som próprio musicalmente rico e liricamente detalhado (BBC4, 21h45).

SZA

A cantora Solána Rowe, nascida no Missouri – também conhecida como SZA – é a segunda atração feminina deste ano, a primeira em Glastonbury. A musicista, cujo nome se pronuncia 'tesoura', trouxe um frescor ao R&B americano com seus shows teatrais ao vivo e canções confessionais que trazem um toque cru e emocional (BBC1, 22h).

OUTROS DESTAQUES DE DOMINGO

Com o pop punk passando por um renascimento, Avril Lavigne programou bem sua estreia em Glastonbury, e Janelle Monae apresentará uma mistura de funk, reggae e R&B (ambos BBC2, 19h30).

Janelle Monae entregará uma mistura de funk, reggae e R&B

Janelle Monae entregará uma mistura de funk, reggae e R&B

Antes de sua atração principal no Latitude no próximo mês, London Grammar traz seu soberbo pop eletrônico e os vocais assombrosos de Hannah Reid para o The Park Stage (BBC iPlayer, 21h15).

A ESCOLHA DOS NOVOS LANÇAMENTOS DESTA SEMANA…por ADRIAN THRILLS

ED SHEERAN: X (Atlântico)

Relançado em CD (£ 11) e vinil duplo (£ 45) para marcar seu décimo aniversário, o segundo LP de Ed com título matemático o transformou em uma estrela global. Suas baladas, incluindo One e Tenerife Sea, seguiram um modelo familiar. Mas, com o produtor Pharrell Williams encorajando-o a correr riscos, houve desvios para o R&B comovente em Runaway and Sing. Thinking Out Loud mais tarde se tornaria a fonte de um caso de direitos autorais de alto nível (que Ed ganhou no ano passado), enquanto as nove faixas bônus – lançadas em vinil pela primeira vez – foram selecionadas de edições de luxo e trilhas sonoras de filmes anteriores.

Avaliação:

Relançado em CD (£ 11) e vinil duplo (£ 45) para marcar seu décimo aniversário, o segundo LP de Ed, com título matemático, o transformou em uma estrela global

Reeditado em CD (£ 11) e vinil duplo (£ 45) para marcar seu décimo aniversário, o segundo LP de Ed com títulos matemáticos o transformou em uma estrela global.

OS MISTERIOS: Medo de Amanhãs (Virgin)

O talentoso quarteto de Merseyside se une ao produtor do St. Vincent, John Congleton, para um álbum que mistura o espírito gótico do The Cure com o nervosismo das bandas nova-iorquinas The Strokes e Yeah Yeah Yeahs. A cantora e guitarrista Lia Metcalfe é a estrela, mas ela é bem apoiada por seus companheiros de banda, com o baixista George Favager fornecendo impulso melódico na tradição de Peter Hook do New Order. Em meio aos roqueiros taciturnos, há variedade na balada suave Inside A Matchbox e uma comovente faixa-título. Eles tocam no Crystal Palace Park, em Londres, com o Bloc Party, no dia 7 de julho.

Avaliação:

A cantora e guitarrista Lia Metcalfe é a estrela, mas é bem apoiada pelos companheiros de banda

A cantora e guitarrista Lia Metcalfe é a estrela, mas é bem apoiada pelos colegas de banda

LAKE STREET DIVE: Bom Juntos (Fantasia)

Um dos segredos musicais mais bem guardados da América — pelo menos aqui — essa boy band de Boston combina pop dos anos 1960, soul dos anos 1970 e funk ensolarado dos anos 1980 em seu oitavo álbum. O sideman de Eminem, Mike Elizondo (que coescreveu The Real Slim Shady do rapper) retorna como produtor, adicionando hip-hop swing às faixas que se esforçam para recapturar o entusiasmo dos shows ao vivo do grupo. Há participações especiais também da banda de jazz do Brooklyn, Huntertones, e do arranjador de cordas do Bon Iver, Rob Moose, enquanto a vocalista Rachael Price é uma presença maravilhosamente versátil.

Avaliação:

Um dos segredos musicais mais bem guardados da América, o Lake Street Drive combina pop dos anos 1960, soul dos anos 1970 e funk ensolarado dos anos 1980 em seu oitavo álbum

Um dos segredos musicais mais bem guardados da América – Lake Street Drive combina pop dos anos 1960, soul dos anos 1970 e funk ensolarado dos anos 1980 em seu oitavo álbum

PISTA DA SEMANA

A MENINA, TÃO CONFUSA por CHARLI XCX & Lorde

Abordando rumores de uma rixa, Charlie XCX e Lorde se unem para uma reformulação sincera de uma faixa do excelente novo álbum de XCX, Brat. “Vamos trabalhar no remix”, canta Lorde. Esta faixa dance-pop faz exatamente isso.



Source link

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo