Esporte

Real Madrid: Danilo: “Tive uma depressão quando cheguei ao Real Madrid”


Danilo Luiz da Silva, Zagueiro brasileiro, de 31 anos, repassou alguns aspectos de sua carreira esportiva em conversa com A Tribuna do Jogador. O agora jogador do Juve Ele se lembrou de vários episódios de sua vida, incluindo seu lLegado ao Real Madrid em 2015 pelo Porto.

Naquela época, em troca do pagamento de 31 milhões de euros, Danilo se tornou o zagueiro mais caro da história do time alvinegro. Um rótulo que, segundo o próprio jogador de futebol, não lhe correu nada bem e em grande parte o impediu de ter o desempenho pretendido.

“Naquela primeira temporada sofri de depressão. Fiquei perdido, me sentia um inútil, em campo não conseguia fazer um passe de mais de 5 metros, era como se não conseguisse me mover…”, explicou o um de Bicas. “MMinha paixão pelo futebol desapareceu e não vi saída. Queria voltar para minha casa no Brasil e nunca mais jogar.“, ir.

Fiquei perdido, me senti um inútil, em campo não conseguia fazer um passe de mais de 5 metros, era como se não conseguisse me mover

Aliás, sua primeira temporada na seleção da capital espanhola foi um tanto decepcionante, somando 31 jogos em todas as competições e sem se firmar no time titular nem com Rafa Bentez nem com Zinedine Zidane. “Eu não me via como o Baianinho, filho do Baiano (é assim que chamam meu pai). Eu me via como o Danilo, aquele que assinou por 31 milhões de euros, como noticiaram os jornais: o zagueiro mais caro que o Real Madrid já teve. tinha.” comprou“, ir.

Seu desempenho contra o Alavs o fez chegar ao fundo do poço

Na temporada seguinte, 2016-17, O Real Madrid venceu o Deportivo Alavs por 1-4 em Mendizorroza. Um jogo que poderia ser mais um no calendário da equipa madrilena, mas que Danilo marcou completo e fez chegar ao fundo do poçocomo ele diz nesta entrevista.

Theo Hernández me roubou a bola e cruzou para Deyverson marcar. Vencemos por 4-1, mas foi um erro que não pode ser cometido no Real Madrid. Nunca se esqueça de chegar em casa naquela noite e não conseguir dormir. Escrevi no meu caderno: 'Acho que é hora de largar o futebol'. “Eu tinha 24 anos!”, disse o brasileiro.

Nunca se esqueça de chegar em casa naquela noite e não conseguir dormir. Escrevi no meu caderno: 'Acho que é hora de largar o futebol'. “Eu tinha 24 anos!”

“Que parte de mim estava realmente a sentir a pressão? O rapaz que tinha sido uma revelação como lateral-direito do Porto? Ou o rapaz das Bicas que subitamente assinou pela maior equipa do mundo? A resposta foi clara. Lá dentro você ainda é, e sempre será, o menino de Bicas”, disse Danilo, que afirma ter se fechado até encontrar ajuda profissional.

“Eu não contei a ninguém o que estava sentindo. Casemiro tentou me ajudar, mas eu “engoli o sapo”, como dizem. E ficou cada vez maior. Mas depois de alguns meses de sofrimento, comecei a consultar um psicólogo e ele realmente salvou minha carreira. “A lição mais importante que ele me ensinou foi ver o jogo novamente através dos olhos de uma criança”, explicou.

Danilo disputar um total de 54 jogos em duas temporadas com ele Real Madridanotando quatro gols e conquistando cinco títulos: duas Ligas dos Campeões, uma Liga, uma Supertaça Europeia e um Mundial de Clubes. No No verão de 2017, ele assinou pelo Manchester City.





Source link

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo