Esporte

Unai Simón: “A rivalidade que existia entre Madrid e Barcelona já não existe”


Unai Simn foi o protagonista em 'Boa noite e bons gols' logo após uma semana em que seu nome esteve na mesa após seu erro ao tirar a bola contra a Croácia, mas sua parada e alteração logo em seguida. O jogador do Athletic analisou as notícias da seleção nacional e da seleção de Bilbao na rádio esportiva.

Em primeiro lugar, quis referir-se à imagem mais famosa do pós-jogo da equipa de Luis de la Fuente contra a Croácia: o abraço entre Carvajal e Lamine Yamal. “Aqui estamos todos unidos pelo mesmo objetivo, desde um jogador veterano até aquele que está começando. “A rivalidade que existia antes entre Real Madrid e Barcelona não existe mais” reconhecer.

Outro dos assuntos da semana foi a avaliação da Espanha. Muitos colocam-na longe dos favoritos, mas a realidade é que a estreia da selecção nacional está ao nível das melhores do torneio. Unai é claro: “Estamos muito bem. Gostaríamos de ser mais valorizados. “Marketing é algo externo, sabemos que temos uma grande equipe”.

“Eu ficaria bravo se Rodri fosse expulso por minha causa”

Unai Simón, goleiro da seleção espanhola

Unai, que nunca se esconde, falou sobre o erro que pode ter custado o cartão vermelho ao companheiro Rodri: “Eu ficaria muito bravo se Rodri fosse expulso por minha causa”disse um goleiro que defendeu pênaltis em três fases finais diferentes com o time de todos.

FOTO DE CHEMA REYMARCA

O guarda-redes do Athletic chega a esta Eurocopa num dos melhores momentos da sua carreira. Estabelecido na seleção espanhola há três torneios, ele conquistou a taça com o Athletic e também ganhou um prêmio individual muitos anos depois: “Estou especialmente entusiasmado por receber o prêmio Zamora de Marca e receber o bastão de Iribar.”





Source link

Artigos Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo